Mount Rushmore
América do Norte

Mount Rushmore

América do Norte Um fim de semana em Chicago Publicado por Siane Camila Luzzi em 7 de January de 2018

Em 1871 a cidade de Chicago – Illinois, passou por um incêndio sem precedentes, onde praticamente tudo foi por “fogo abaixo”. Depois disso a cidade ficou conhecida pelos arranha-céus e sua famosa skyline. É umas das cidades mais visitadas dos EUA desde então, referência em modernidade e queridinha de muitos arquitetos. Durante a visita, tive a sensação de que a cidade é lindíssima em todas as estações, mas como uma primiera visita, o início do inverno foi o escolhido. Ver a cidade sem e com neve de uma noite para outra foi lindo demais. Vem conhecer com a gente *-*

 

Cloud Gate Chicago

 

 

Durante todo o ano a “The Windy City” recepciona os visitantes com muito vento. E minha gente, no inverno, éé frrrrio. Isso que fomos bem no comecinho. Mas é tão apaixonante que você nem vai dar tanta bola assim para o frio. Mas vou começar pelos conselhos da nona, “leva a japona” ruehurhuehr

 

Lake Michigan

 

Fomos recepcionados com esse dia lindo (não esqueça do ventinho), um sol gostoso e uma vista linda do Lago Michigan. Mas para aproveitar bem isso, o negócio é abandonar a vista e bater perna. Não tínhamos muito tempo antes do sol baixar, então fomos dar uma voltinha simples para conferir um dos locais mais visitados, o “Cloud Gate, ou o feijão de Chicago. O formato é bem de um feijãozinho mesmo. Fica em meio a Michigan Avenue e está sempre com muitas pessoas em volta.

 

Cloud Gate Chicago

 

Esse reflexo que ele tem (se você não reparou na primeira foto, por favor, volta lá em cima) é muito incrível, te dá uma outra dimensão dos prédios em volta. Outra coisa, é que no inverno eles fazem uma pista de patinação “aos pés” do feijão. A espera pode chegar (e passar) de meia hora para entrar na pista de patinação. Mas é muito legal, sem contar que vimos, no mínimo, três pedidos de casamento. Geeente é muito fofo, todo mundo para, a música muda, enfim, é lindo demais.

 

Chicago Skyline Planetarium

 

A noite chegou rapidão e dirigimos até o planetário, que tem essa visão aí de cima de toda a skyline. O planetário tem uma das melhores visões, acredito que melhor do que do Navy Pier (aí embaixo eu coloco pra vocês verem). O planetário fica bem no fim de uma península, pertinho do Aquário e do Museu de História. Que aliás, nós não fomos, mas em muitas reviews dizem que são bem imperdíveis, principalmente para quem não viajou muito e não foi em grandes museus. Chicago também tem o City Pass, que inclui o Skydeck e mais atrações, só entrar no site deles (e sim, se você for em todas as atrações que ele tem, vale muito a pena, mas só pegue se você for ficar quatro dias inteiros, no mínimo). Mas depois de uma vista linda dessa, chegou a hora da gordice…

 

 

Siiiim, teve a famosa pizza logo na primeira noite *-* O escolhido foi o Giordano’s, pizzaria bem tradicional e que serve essa pizza deliciosa super conhecida de Chicago. Esse restaurante não é caro (entre $20 e $30). O ambiente é muito bom e você pode ficar assistindo os pizzaiolos fazendo a massa “ao vivo”, é lindo de ver. Você vai encontrar o Giordano’s em vários endereços, e dependendo do horário vai ter fila (mas espera um pouquinho).

 

Flamingo Chicago

 

Na caminhadinha de volta para o hotel encontramos uma das esculturas mais famosas do centro de Chicago, o flamingo de Alexander Calder (o endereço é 204 S Clark St). Falando de caminhadinha, vou dar a maior dica para você que vai DE CARRO PARA CHICAGO. Chicago é uma das cidades mais caras para quem vai de carro, e isso se deve ao preço dos estacionamentos da cidade. Primeiramente, você não acha lugar na rua (super super difícil mesmo). Porém, em praticamente todo grupo de quatro quadras você vai encontrar ao menos um estacionamento pago e de fácil acesso. O problema é que será no mínimo $5.00 para cada hora (se for durante o fim de semana) ou pior, $12.00 para até quatro horas e a diária chega a ser $20.00 de segunda à sexta. No fim de semana fica melhor, você encontrará lugares onde a diária será $8.00. Gente, falando nisso, cuidado com a taxa de estacionamento dos hotéis em Chicago, se você for ficar em um melhorzinho, nenhum dos hotéis cobrará menos que $40.00 a pernoite. Não vale a pena gente, pois tenho certeza que se você andar uma ou duas quadras vai encontrar um estacionamento desses que falei aí em cima e com o dinheiro economizado dá a pizza hein ;D haha

 

Lake Michigan

 

Geeeente, o sábado amanheceu assim *-* Que vista linda, muito mágico. Foi o tempo de se arrumar e sair para chutar neve urheuhruheuhruehr Para os preguiçosos de acessar a galeria, vou colocar mais fotos aqui (isso não te isenta de ver a galeria hein), porque gente, estava lindo demais!

 

Buckingham Fountain Chicago

 

Essas duas fotos acima são na Buckingham Fountain, você vai conseguir ótimas fotos da skyline. No inverno a fonte é desligada mas as fotos dela durante as temporadas mais quentes são lindíssimas, vale a pena dar uma olhada aí. E essas árvores? Ain meu coraçaum *o*

 

Winter in Chicago

 

E aquele pote de sorvete que tem feijão congelado dentro? Ruehurheuhruehr (não esqueçam de notar a neve em cima do feijão).

 

Cloud Gate Chicago

 

O Navy Pier é outro lugar muuuuito visitado e que você precisa ir. Só que se você for no inverno, lembra que você pode ir até a ponta dele por dentro do “shopping”. Inclusive tem muitos restaurantes, lojas de souveniers, e quando fomos tinha uma feira. E aí embaixo a foto da skyline a partir do Navy Pier, caminhamos mais de 20min para chegar ao fim dele.

 

Skyline from Navy Pier Chicago

 

Essa foto aqui embaixo para efeito de comparação com a vista a partir do planetário durante o dia.

 

Chicago Skyline Planetarium

 

E quem vai ao Navy Pier é porque provavelmente cruzou o Chicago River. Que cor linda gente :O fiquei muito impressionada, verdinho verdinho! Para qualquer lado que você olha é lindo demais!

 

Chicago River

 

Caminhar na beira do rio é lindo demais, não deixe de fazer por vento nenhum. E gente, o segredo para esses lugares bem frios é sempre ter uma toca, um cachecol e uma luva (lá vem a nona de novo ruehurhe). Não saiam desprotegidos, é tão bom estar com a saúde em dia, especialmente para aproveitar tudo que esses novos lugares tem para nos mostrar.

 

Chicago River at night

 

A noite não demorou a chegar de novo e como tínhamos muita coisa a comemorar, era noite de um jantar especial. Com muitas recomendações de amigos e comentários fascinantes no tripadvisor, escolhemos o restaurante “The Purple Pig. Gente, não ganhamos nada de especial, nenhum privilégio mas o que é bom tem que ser passado adiante né? Nossa, mas esse restaurante vale muito muito a pena. Sim, ficamos quase duas horas na fila de espera que funciona assim: você chega e diz que quer jantar lá e eles pegam o número do seu telefone. Aí você tem a opção de ficar por ali, em um ambiente bem legal (e quentinho, com full service) esperando ou voltar assim que eles mandarem mensagem que sua vez chegou. Como vocês podem ver na foto aí embaixo, ficamos sentados bem em frente a uma parte da cozinha. A forma deles cozinharem, experimentarem tudo e se organizarem é algo que nos deixou bobos. Se você quer um lugar especial, comida boa e pode pagar um pouquinho a mais por algo bem legal, com certeza recomendamos esse restaurante. Aliás, já foi muito premiado e está passando pela terceira geração de chefs da mesma família (coloquei foto do cardápio na galeria).

 

The Purple Pig - Chicago

 

Voltamos felizões para o hotel, com direito a uma paradinha para fotos no Teatro de Chicago que fica ao longo da State St.

 

Chicago Theater

 

Depois de um soninho como de anjos, chegou a última manhã e o céu abriu, então o que estava realmente faltando na nossa visita? Siiiiiiiim, subir no Skydeck que fica na Willis Tower. Aí vai a dica boa para não pegar fila. Juro gente, não pegamos fila para nada, nem comprar ingresso e nem esperar o elevador. Chegamos às 11:30h da manhã de domingo, então se estiver um dia bonito, aproveite para fazer o mesmo, pois muitos amigos foram nos fins de semana anteriores e em horários diferentes, e quando contei que não passamos por fila nenhuma, ficaram realmente impressionados. Para adultos o preço fica em $24.00 (acima de 12 anos) e para crianças o preço fica em $16.00 (de 3 a 11 anos).

 

Skydeck Willis Tower Chicago

 

Nossa senhora, muitas dicas e experiências depois acho que está bom para três dias em Chicago né? Ainda, não esqueça de visitar o café da Nutella (na Michigan Ave), só tem gordices e coisas deliciosas. Também almoçamos no Nando’s no sábado, que é uma rede famosa na Europa e que serve tudo com frango, super delicioso e barato. Sobre o hotel que ficamos, escolhemos o Hilton Chicago, que fica na Michigan Avenue, South Loop. O hotel é super lindo, construído a muuuuitos anos atrás, diversos espaços deslumbrantes. Mas confesso que me decepcionei muito. Primeiramente, reservamos um quarto mais legal, no andar executivo, que inclúia café da manhã e tudo. Quando chegamos lá, disseram que não existe mais andar executivo e que nos dariam um voucher de $10.00 para cada um por noite, para usar como quiser. Gente, mas eu fiquei tão decepcionada, me senti tão enganada. Mas enfim, foi isso mesmo, não teve conversa e ainda colocaram a culpa no site do booking, que estava anunciando coisa errada (mas quem faz um o anúncio mesmo?). Ah, e não arrumaram nosso quarto, contando que ficamos o dia todo fora ;~

 

Hilton Chicago

 

A principal dica de Chicago, apenas reafirmando, é caminhar. A cidade é linda, cheira comida e é muito limpa. Definitivamente, voltaremos durante as estações mais quentes.

 

Skydeck Willis Tower Chicago

 

Pronto gente, acabei ruheurhuehruehr Espero que tenham gostado e se inspirado. Qualquer coisa, comentem aí embaixo que ajudamos com o maior prazer. Lembrem de compartilhar nas redes sociais, seguir nosso insta @blogzerandoavida e olhar a GALERIA , sempre coloco muuuito mais fotos lá. Beijinhos e até logo ;**

Siane Camila Luzzi

Siane Camila Luzzi


Engenheira Ambiental, 27 anos, de coração e tradição gaúchos, está fazendo mestrado na UMN, em Minneapolis, EUA. Fica super ansiosa antes de qualquer viagem, do tipo hiperativa, que refaz a mala no mínimo 5x, fica correndo de um lado pro outro e não dorme nas noites anteriores à viagem. Contato: sianeluzzi@gmail.com

Leia também...


Comentários