Mount Rushmore
América do Norte

Mount Rushmore

América do Norte 7 atrações gratuitas no verão de New York Publicado por Siane Camila Luzzi em 7 de May de 2017

Está afim de ir pra Nova York mas a grana tá curta? A cidade tem diveeersas atrações e muitos lugares para visitar. Desses lugares e atrações, muitos ficam ao ar livre e mesmo em um roteiro com diversos espetáculos da Broadway, essas atrações gratuitas são indispensáveis. Então veeeeeem com a gente zerar New York!

 

Brooklyn Bridge

 

Já pegou seu caderno de viagem para anotar tudinho? Bora começar…

 

1. Brooklyn Bridge e Brooklyn Bridge Park

Começando pela foto de capa, a Brooklyn Bridge é um dos símbolos de New York, e é uma das conexões entre o bairro do Brooklyn e Ilha de Manhattan. Por mais que pareça longe de onde você está hospedado ou de suas outras ideias de visitação, você não pode perder essa vista lindíssima e a calmaria desse lugar.

 

Brooklyn Bridge Park

 

Bem pertinho da saída do metrô perto da ponte, se você se voltar para ponte e descer pelo lado esquerdo, você encontrará o Brooklyn Bridge Park, e então essa imagem da foto acima irá surgir em frente ao seus olhos. Além da bela paisagem, você encontrará diversos festivais ao ar livre e gratuitos para participar, aí você vai precisar pesquisar um pouquinho para saber o que terá durante sua estadia.

 

2. World Trade Center Memorial

O memorial do 11 de setembro fica bem pertinho da Ponte do Brooklyn e pode ser visitado no mesmo dia.

 

Memorial 9/11

 

O lugar é sempre bem movimentado, afinal, tornou-se um dos pontos mais visitados de Manhattan após a fatídica data “9/11”. Gratuitamente você poderá visitar a parte externa, como na foto acima, onde ficam as “piscinas”, que agora tomam os antigos lugares dos prédios que forma derrubados. O local ficou muito bonito e agradável, embora seja de tristeza e o sentimento seja diferente de qualquer outro lugar de Nova York. Mas com certeza, você não pode deixar de ir.

 

Escultura World Trade Center

 

A algumas quadras dali, está realocada a escultura que antes ficava entre as Torres Gêmeas, e que sobreviveu a queda delas com alguns amassados e arranhões.

 

3. Wall Street

Também a alguns pontos de ônibus de distância está a Wall Street e todo seu gigantismo e graça, como uma das ruas mais famosas do mundo e que virou símbolo de um tempo de “vacas magras” dos Estados Unidos, a famosa crise de 29.

 

Touro da Wall Street

 

O touro da Wall Street virou símbolo da passagem da crise de 29 e da força da bolsa de valores que conseguiu se recuperar depois de alguns anos, tornou-se então um lugar que se deve visitar no sul da Ilha. Muitos ainda dizem que tocar o touro traz sorte e fortuna.

 

4. The High Line

Criado em 2009, o High Line virou símbolo de uma “revolução verde” na cidade, entre a quadra 14 e a 30, na 10ª avenida, você estará em um parque no alto da cidade, construído em cima de uma antiga linha de metrô.

 

The High Line, New York

 

Por 1.4 milhas você andará por ele e sentir um outro lado de Nova York. Antes da inauguração, essa área era bem desvalorizada e hoje em dia é uma das mais procuradas para se morar com direito a preços altos nos prédios ao seu redor.

 

5. Madison Square Park

Subindo um pouco, você encontrará – assim como diversas outras áreas verdes em meio aos prédios – o Madison Square Park (não vai confundir com o Madison Square Garden hein). Nessa pequena praça, você se sentirá, definitivamente, em New York City.

 

Madison Square Park, New York

 

No fim de tarde os nova-iorquinos se reúnem para jogar basquete em meio a praça, ou conversar e tomar frappuccino ou um sorvete, já que não é fácil aguentar o calor da cidade. Os tradicionais pombos e as crianças correndo para todo o lado, também estão presentes.

 

6. Times Square

O ponto mais visitado de toda Nova York é sempre uma atração imperdível, e por ser gratuita vive cheinha de gente andando por todo lado. Se você for em uma época em que estarão arrumando os prédios ao redor (como no meu caso), tudo fica ainda mais cheio.

 

Times Square

 

Não esqueça de visitar o local várias vezes tanto de dia quanto a noite, são duas faces bem diferentes da cidade.

 

7. Central Park

Central Park

 

Por último, mas nunca menos importante, o pulmão verde da cidade. Com mais de 50 quadras de comprimento, o Central Park é divino em qualquer estação, mas no verão, especialmente, torna-se refúgio para amenizar o calor e aproveitar um ar puro. Principalmente aos domingos, o parque enche de pessoas pegando sol, lendo livros ou jogando suas bolas de futebol americano de um lado para outro.

 

Central Park

 

Você pode correr ou caminhar pelo parque todo quando quiser, mas se puder utilizar alguns dólares para alugar uma bicicleta e sair para pedalar, será uma experiência única. No fim de setembro as árvores já estarão com as folhas tornando-se marrons e caindo por todo lado *-* é divino.

 

Central Park

 

Anotaram tudinho né? Se não, fica tranquilo que é só entrar de novo. Aproveitem muito sua viagem, espero ter contribuído com algumas ideias! Não esqueçam de olhar a galeria para conferir mais lugares, compartilhar para que mais pessoas vejam e semana que vem tem post completo sobre New York ;** até lá!

Siane Camila Luzzi

Siane Camila Luzzi


Engenheira Ambiental, 27 anos, de coração e tradição gaúchos, está fazendo mestrado na UMN, em Minneapolis, EUA. Fica super ansiosa antes de qualquer viagem, do tipo hiperativa, que refaz a mala no mínimo 5x, fica correndo de um lado pro outro e não dorme nas noites anteriores à viagem. Contato: sianeluzzi@gmail.com

Leia também...


Comentários